gallery/wa_images-logos_png

(19) 3743-3333 /  99324-6604

 

E-mail: sinfrecar@sinfrecar.org.br

 

Rua Dr. Silva Mendes, nº 266 - Vila Industrial - Campinas / SP

SEJA SOCIAL

gallery/wa_images-logos_png

Sindicato de Fretamento de Campinas e Região

SINFRECAR

(19) 3743-3333 /  99324-6604    

 

E-mail: sinfrecar@sinfrecar.org.br

 

Rua Dr. Silva Mendes, nº 266 - Vila Industrial - Campinas / SP

ENTRE EM CONTATO

ORGÃOS REGULAMENTADORES

A contratação de uma empresa profissional de fretamento garante conforto, segurança e pontualidade. Nossos Associados são devidamente certificados junto aos Órgãos Regulamentadores do setor de Fretamento.

 

Viaje com segurança, diga NÃO a clandestinidade.

 

gallery/Logo_ANTT.svg
gallery/wa_images-cadastur
gallery/wa_images-endec
gallery/wa_images-emtu
gallery/wa_images-dtp
gallery/20150415-Logo-ARTESP

A ARTESP foi criada em 2002 como autarquia de regime especial, dotada de autonomia orçamentária, financeira, técnica, funcional, administrativa e poder de polícia, para regulamentar e fiscalizar todas as modalidades de serviços públicos de transporte autorizados, permitidos ou concedidos à iniciativa privada.

A instituição da ARTESP​​ deu um caráter definitivo à exigência da Lei Estadual de Concessões e Permissões de Serviços Públicos (lei nº 7.835, de 08 de maio de 1992), com o objetivo de regular e fiscalizar o Programa de Concessões Rodoviárias, implementado pelo Governo do Estado de São Paulo a partir de 1998, assim como os serviços permissionados de transporte intermunicipal de passageiros e todos os serviços de transporte que venham a ser delegados no futuro.

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)  é o órgão competente pela outorga e fiscalização das permissões e autorizações para a operação desses serviços, por meio de Sociedades Empresariais legalmente constituídas para tal fim.

O grau de importância desses serviços pode ser medido quando se observa que o transporte rodoviário por ônibus é o principal meio de transporte coletivo. No âmbito do transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, atualmente são 17.9332 ônibus habilitados para a prestação dos serviços regulares pelas empresas permissionárias e autorizatárias em regime especial (Resoluções ANTT n.os 2.868 e 2.869/2008), que transportam anualmente mais de 119 milhões de passageiros. No transporte fretado são 25.637 veículos habilitados, que transportam anualmente mais de 11 milhões de passageiros.

Cadastur é o sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo.

O cadastro garante diversas vantagens e oportunidades aos seus cadastrados e é também uma importante fonte de consulta para o turista.

O programa é executado pelo Ministério do Turismo, em parceria com os órgãos oficias de turismo, nos 26 estados e no Distrito Federal.

O Departamento de Transportes Públicos - DTP é o órgão municipal que gerencia, regulamenta, vistoria e fiscaliza os serviços de transporte realizado por táxis, fretamento, escolar, carga a frete, motofrete e operadores por aplicativos na cidade de São Paulo. Suas divisões são: Estudos, Projetos e Eventos (DEPE), Inspeção e Fiscalização (DIF), Cadastro e Controle de Transporte Diferenciado (DTD) e Transporte Escolar Gratuito (DTEG).

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) executa as atividades técnicas da Secretaria Municipal de Transportes (Setransp) e, por definição legal, o secretário de Transportes é também o presidente da Empresa.

A Emdec responde pelas áreas de planejamento da circulação; gerenciamento do transporte coletivo e de outras modalidades de interesse público, como táxi, escolar e fretamento; e pela gestão do trânsito, com os Agentes da Mobilidade Urbana, com a operação semafórica e de sinalização, além de manter os programas de educação dos condutores e pedestres.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP) é uma empresa controlada pelo Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM)  que fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco Regiões Metropolitanas do Estado de São Paulo: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba e Litoral Norte. Essas cinco áreas somam 134  municípios que têm toda a sua rede de transportes intermunicipais controlada pela EMTU/SP.